O filme “Piratas das Caraíbas” foi escrito por Ted Elliott e Terry Rossio na década de 90. Steven Spielberg foi quem agarrou primeiro argumento e pensou em Bill Murray, Steve Martin ou Robin Williams no papel do Capitão Jack Sparrow. A Disney não deu permissão para que o filme fosse realizado e só mais tarde em 2003 é que o permitiu.

 

 Além do Rum, quer a Imortalidade



Foram precisos quatro filmes até que Sparrow se comprometesse a encontrar a Fonte da Juventude. A suprema liberdade é viver para sempre a navegar no alto mar. Mas Sparrow já tinha alguns pincéis com a imortalidade: ele roubou uma moeda amaldiçoada, tendo de lutar contra o Capitão Barbossa; ficou preso nos Domínios de Davy Jones com um navio cheio de clones do Capitão. Agora no último filme ele conhece uma mulher do seu passado que pode ou não ajudá-lo a encontrar a Fonte da Juventude.