12.4.15

Alergia à Proteina do Leite de Vaca



Quando somos mães pela primeira vez a coisa não é fácil. 
O primeiro toque, a primeira vez que olhamos para os nossos pequenos é um momento cheio de magia. Muitas duvidas surgem antes deles nascerem, mas parece que de um momento para o outro, aprendemos tudo. Momentos lindos, que por vezes se tornam complicados.


Tudo começou com um aumento significativo dos cocós da Lara. Estranhei, a Lara é presa de intestinos e costumava ter que a ajudar a fazer...e de um dia para o outro a Lara faz-me 6 cocós. 
Comecei a perceber que algo não estava bem, dava bastante água à Lara e pensei que fosse alguma virose, que fosse passar. A Lara tinha pouco mais de um mês e eu estava preocupada. 
Decidi ligar para a saúde 24, que me aconselharam a passar pelo hospital. Caí no erro de ir ao hospital de Vila Franca de Xira, fiquei mais de 7horas no hospital fechada numa sala sozinha com o meu namorado. Ninguém se preocupou em ir ver a Lara durante essas 6 horas, limitaram-se a passar pela sala para dar alta a Lara, sem qualquer explicação. Eu passei-me claro, e a resposta foi que deveria ser uma virose, para esperarmos e hidratarmos bem a menina.

Dia seguinte as dejeções não paravam de aumentar, cada dia que passava aumentavam de forma assustadora. Decidimos ir ao Hospital da Luz. Fomos muito bem atendidos, a médica falou abertamente connosco e explicou que as analises não davam qualquer sinal de virose, deveria ser uma simples gastroenterite. Passou um soro para a Lara beber e lá fomos de vigia para casa.

Começou a ser assustador, eu estava um caus, estava desesperada, passava o dia todo atrás de choro.
Lá fomos nós mais uma vez ao Hospital da Luz, onde mais uma vez fui muito bem atendida. O médico ficou preocupado com o numero de dejeções, falou-nos em internamento, mas devido ao valor que iria ter de pagar, disse para tentarmos primeiro num hospital público.
 Ela estava bem hidratada, mas podia acontecer alguma coisa. Fomos para casa a dar o tal soro e a dar o leite sempre que ela pedisse.

Aumentamos o leite e claro que as dejeções acompanharam. Lá fomos nós ao Hospital, desta vez a Santa Maria. Mas mais uma vez passei por parva, a conversa de "a menina está muito bem hidratada não vou submete-la a internamento" já me começava a dar cabo da cabeça! Eu vi que a Lara não estava bem e que estava a piorar. Eu fui mal educada mas a médica quis lá saber, mandou-nos mais uma vez para casa.

No dia a seguir a Lara estava muito em baixo, mal se ria, não estava tão eléctrica como é habitual, só dormia, já nem comer queria. Quando nos apercebemos que a Lara haveria perdido as forças entramos em pânico, ficamos cegos, ficamos com o coração nas mãos.
Saímos porta fora, fomos rápido, bem rápido, a Lara já não estava a reagir.

O meu namorado correu com ela para dentro do hospital, o enfermeiro que nos atendeu praticamente não olhou para a Lara, fazia tudo com muitaa calma. Talvez aquele senhora não soubesse o desespero que é ter um filho doente e não saber o que fazer.
Passamos para a médica, pela 3 vez mandaram a Lara fazer análises. Foi um momento de raiva tão grande...para quê submeter a miúda novamente a isso? Quando no dia anterior haveria feito?? 
Os bebes tem poucas e minúsculas veias, que quase sempre rebentam, foi doloroso ver a Lara a ser picada até ficar toda negra. Mas por prevenção consentimos.

Mais umas análises normais. Começava a ser desesperante e mais uma vez iam mandar-nos para casa.
Mas antes disso fizeram um leite para a Lara para ver como reagia. A Lara estava cheia de fome, bebeu tudo e passado 2 minutos começou a vomitar e a fazer diarreia completamente liquida, parece que alguém me tinha ouvido. Ao verem mandaram a Lara para internamento, o meu coração começou a abrandar, eu sabia que a minha filha ia ficar bem.

 A Lara ficou internada 4 dias, mandaram dar pepti junior, um leite super azedo mas que fez toda a diferença. O facto é que as analises da Lara não demonstraram essa alergia, pode ter sido algo momentâneo. 
Este mês vamos até ao hospital de Santa Maria para marcar o internamento da Lara, isto para tentarmos fazer o desmame do leite que ela bebe para um normal. Só ai vamos ter certezas se é alérgica ou não. Se for será mais complicado, pois a sua alimentação terá que ser bem rigorosa.

A todas as mães que passaram, estão a passar ou vão passar, muita calma. Não desistam por causa do que os médicos dizem, ouçam sempre o vosso coração. Isso é o mais importante.

8 comentários:

  1. Fogo, deve ter sido tão complicado amor! Força para ti e para a Lara <3
    THE PINK ELEPHANT SHOE | FACEBOOK | YOUTUBE CHANNEL |

    ResponderEliminar
  2. Percebo-te bem, o meu filho também é alérgico ao leite, agora já é adolescente mas quando tinha apenas 3 meses eu deixei de amamentar por questões de saúde minha, e mudámos para o leite em pó e foi ai que começaram os sintomas, ele tinha diarreias constantes, fizemos todo o tipo de análise e até exames mais complicados, até que mais tarde e continuando os exames cada vez mais minuciosos se percebeu que ele tem alergia a uma determinada proteína do leite, que por acaso nem é a lactose que costuma
    ser a proteina mais comum que origina alergias. A partir daí retirámos tudo o que poderia ter leite ou vestígios de leite da alimentação dele e tínhamos que ter muito cuidado com o que lhe davam a comer também, até uma bolacha podia ter consequências péssimas se ele a apanhasse e comesse! Mas com o tempo foi mais fácil gerir tudo isso e com o tempo ele melhorou um pouco também e já pode comer alguns derivados de leite como iogurtes ou mesmo bolachas sem sintomas tão dramáticos como antes. A boa noticia é que hoje em dia já há muitas alternativas ao leite e aos produtos lácteos, se quiseres dicas de uma mãe que passou pelo mesmo é só dizeres :)
    Bj S

    ResponderEliminar
  3. Muita força querida, para ti e para a Lara....irá correr tudo bem. =)
    Beijinhos**

    http://friendshipandstyle.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  4. Essas situações são sempre complicadas mas ainda bem que tudo foi detectado! Como bem dizes essas alergias são por vezes temporárias e mesmo que seja para a vida felizmente hoje em dia existem excelentes alternativas!
    beijinhos e força super mamã!
    http://direitoporlinhastortas-id.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  5. imagino o teu desespero!! nao deverias passar por tanta coisa assim, desde o nascimento, agora isto :/
    Espero que corra tudo bem de agora em diante!

    ResponderEliminar
  6. Epah a sério, tamos bem lixados com certos médicos que aparecem à frente, mas ainda bem que tudo se resolveu, e espero que fiquei melhor rápido!

    Isa M., Tic Tac Living

    ResponderEliminar
  7. Fogo não tens sorte nenhuma com médicos :( Uma bebé assim doente e não faziam nada??? Felizmente cairam em si e fizeram!!! Muita força!

    Beijinho*

    ResponderEliminar
  8. Eu teria enchido os livros desses hospitaizinhos todos de reclamações. Que vergonha continua a ser este país!!!

    ResponderEliminar